52::52

Encerro minhas 52 semanas com chave de ouro. Ter visto a Alice nascer foi uma experiência linda demais. De rever meus conceitos sobre parto; de rever minha relação com a fotografia; de ficar babando por um bebezito lindo, que já ganhou uma tia de coração. Foi uma honra ter participado desse momento tão importante na vida dessas pessoas, e espero ter conseguido capturar nas fotos toda a emoção que transbordava.

:)

 

Anúncios

51::52

O único uso que eu costumo fazer do flash. Fotos noturnas da neve caindo…

Ando com um problema crônico de fotos desfocadas… independentemente se estou usando óculos novo, velho ou lente de contato.

:)

 

50::52

Sou fã de Van Morrison desde meus 13 anos… e desde que ouvi Astral Weeks pela primeira vez, prometi a mim mesma que um dia teria um toca discos novamente e que teria Astral Weeks em vinil. Segunda-feira passada eu finalmente encontrei o vinil num sebo daqui. Em época de retrospectiva (fim de ano e celebração dos 3 aninhos canadenses) e de planejamento para o ano que está vindo, é sempre bom ter aquele lembrete de que vale muito a pena cumprir as promessas que a gente faz para nós mesmos.

:)

49::52

Achei que já tinha perdido a época de apreciar os patos e gansos imigrando para o sul. O lado ruim da sazonalidade é isso. As coisas acontecem num espaço de tempo tão curto! E se você não aproveitou, paciência… só ano que vem.

Eis que hoje vejo um grupo no rio já meio congelado…

(um pedaço de mim ficou com dó, por conta do frio)

:)

 

48::52

Habemus pinheirinho enfeitado! O meu é pequetito, mas já foi suficiente para deixar um cheirinho gostoso na sala…

Mais um dos itens natalinos que eu abominava no Brasil, mas que aqui fazem todo o sentido.

:)

 

47::52

 

Entrar ou sair de Ste-Anne pela 40 te obriga a passar pela fazenda da McGill. E eu adoro passar por esses campos indo para o trabalho de manhã… no inverno, quando fica tudo branquinho; na  primavera quando tudo alaga e eu sempre me encanto quando vejo que as poças estão cheias de patos / gansos; no inicio do outono, quando a névoa encobre tudo, e agora, quando o milharal seco e o reflexo do nascer do sol deixam tudo com um dourado lindo demais.

Estava para tirar umas fotos do milharal há tempos, e ainda bem que nessa semana eu lembrei de pegar a câmera de manhã e parar para tirar pelo menos uma foto marromenos… ontem eu passei por ali e metade dos pés de milho estavam cortados… Ah, a sazonalidade!

:)

 

46::52

Hora de preparar o jardim para o inverno… no meu caso, limpar o jardinzinho da frente e colocar uma cobertura de serragem pra proteger o pouco das plantas que eu acho que voltam o ano que vem (resolvi não plantar nenhum bulbo novo).  Tirar as floreiras e vasos mortos da varanda e colocá-los na ‘terra de Marlboro’, aka quintalzinho dos fundos que virou um abrigo de gatos de rua (por isso esse bem bolado de madeira). E só.

Obviamente que não ter um plano para o jardim facilitou bastante o trabalho… hehe

Quarta-feira eu trocarei os pneus do carro e comprarei os petrechos finais para tirar a neve do carro e da entrada de casa, e poderei oficialmente dizer que estou pronta para o inverno…

:)

43::52

Uns dias atrás eu estava dirigindo para casa, umas 7 da noite, e me surpreendi com a escuridão. E lembrei que na próxima semana, com o fim do daylight savings time, a escuridão vai começar ainda mais cedo.

Me vi pedindo por neve logo (ela dá aquela ajuda a combater o breu), e minhas compras alucinadas por velas e coisas brilhantes fizeram todo o sentido do universo (abafa que a esta altura do campeonato devo ter velas para manter minha casa iluminada e cheirosa por uns anos… hehe).

Enfim, vou curtir meus últimos pores-do-sol durante a semana e pensar no ski, na raquette, raclette, e em todas as outras delícias* do inverno.

:)

* Para mim, uma das dores do inverno é a escuridão.

P.S.: E numa nota pessoal, hoje geou por West Island… tudo branquinho! E as poças d’água estavam congeladas.