3/52 Objetos…

Objeto #3 – São Longuinho (!!!)

Onde: na estante da sala, junto com a suculenta e os filminhos

D’Onde: alguma lojinha de produtos religiosos? Honestamente não sei… minha mãe apareceu com esse São Longuinho (!!!) e eu achei hilário… nunca achei que Longuinho fosse um santo “de verdade”… apenas a superstição favorita dos esquecidos.

Da categoria ‘coisas que eram da minha mãe e não consegui me desfazer’.

:)

2/52 Objetos…

Objeto # 2 – Late Late

Onde: no aparador da janela do quarto

D’Onde: ganhei de um amigo do meu pai no meu aniversário de 5 anos…

Late Late é meu bicho de pelúcia mais amado… Companheiro inseparável de uma filha única. Por anos serviu como substituto de um cachorro de verdade (e de humanos, quando eu queria brincar mas não tinha companhia – Late Late sabe jogar banco imobiliário como ninguém! :P ).

:)

1/52 Objetos…

Existem gazilhões de projetos de 52 semanas por aí, e um dos que eu sempre quis fazer é o de 52 objetos. Considerando que eu estou (acho que novamente) num processo de reduzir coisas, diminuir a bagunça física na esperança de ajudar com a bagunça mental, achei propício postar aqui a cada semana um objeto que não vai ser jogado fora / doado / vendido porque traz alegria ao meu coraçãozinho…

Objeto #1 – Máscara de teatro Nô 

Onde: na parede da sala

D’onde: feirinha de antiguidades na entrada do templo Yasukuni, em Tóquio.

:)

34::52

Eu adoro crianças… Adoro. Acho muito mais fácil (e muitas vezes mais interessante) conversar com crianças do que com adultos. Adultos às vezes me cansam, crianças não. E essa pequena me encantou… Talvez por ter visto nela algumas semelhanças comigo nessa idade: dos cachinhos nas pontas do cabelo, a parecer mais velha do que de fato é, e até por não ter um pai na sua história. E que história. Essa pequena está em Montréal temporariamente… os planos da mãe são de levá-la para conhecer o mundo – a cada 6 meses / 1 ano elas mudarão de país. Em 2014 elas se mudam para algum país hispânico da América Latina.

Demais, né!? Espero ver um pouco mais dessa pequena enquanto ela estiver por aqui.

:)

32::52

Eu nunca fui uma pessoa de colecionar coisas, mas acabei com duas coleções… bichos de pedra, normalmente famílias, presentes das viagens das tias (de sangue e do coração) e cartões postais. Coisinhas que possuo desde que eu me conheço por gente.

Confesso que acho os bichos de pedra um tanto quanto breguinhas… mas não consigo me desfazer deles. Não consegui deixa-los no Brasil, muito menos guardados num canto aqui em casa. Eles estão sempre à vista.

Espero conseguir voltar a postar por aqui com mais regularidade. Quero contar do ballet, e das férias, e do que ando fazendo…

:)