Eu li…

‘The Complete Maus’ do Art Spiegelmen.

E minha fé na humanidade continua abalada… Talvez seja uma das razões d’eu estar me sentindo como estou. Funk sazonal à parte, ando lendo muita coisa que só me faz pensar o quanto nós somos um fracasso enquanto espécie…

‘Maus’ foi, para mim, muito mais do que a história de um sobrevivente do holocausto. Foi também a história de um filho de sobreviventes e de como essas duas gerações se relacionam. E também foi metalinguística (como representar o horrores do holocausto?), ética (devemos representar o holocausto?) e muito mais. Mergulhei em cada relato do Vladek e em cada questionamento do Art, e saí desconcertada. E eu acho esse desconcerto mó bão, para falar a verdade… é aquele dizer do Heráclito de que ninguém se banha duas vezes no mesmo rio, pois ele não é mais o mesmo, nem você.

Mas voltando à leitura em si, ‘Maus’ é um dos melhores exemplos de que ‘grafic novels’ conseguem ser tão densas e instigantes quanto um bom romance, conto, poesia, etc…  Recomendo, mas já aviso: pode causar enjoo, mal estar e depressão.

E, para terminar, o link para uma entrevista bem interessante com o Art Spiegelman. Firei fã.

:)

Anúncios

Um pensamento sobre “Eu li…

  1. Pois é, tão comentado e coisa e tal, fiquei com vontade de ler, mas minha fé na humanidade já não existe, fico com medo de só piorar essa imagem de espécie fracassada. É o tipo de leitura que “é bom, mas é ruim” e não vai ser agora no inverno que embarcarei nessa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s