Eu li…

‘Persepolis’ da Marjane Satrapi e A.D.O.R.E.I.!

Vou ser honesta e dizer que a vontade de ler Persepolis aconteceu apenas por conta do livro sempre figurar em listas de melhores ever. Peguei na biblioteca sem nem saber do que se tratava, e, linda surpresa, Persepolis é uma uma autobiografia,  contando a infância, adolescência e início da vida adulta da Marjane, que cresceu em meio à revolução islâmica iraniana.

Digo que curti tudo… da arte à história. Os quadrinhos trouxeram o Irã um pouco mais perto de mim (fora ter visto alguns filmes iranianos, e a vontade de conhecer algumas ruínas persas, confesso não ter muito contato com a cultura iraniana em geral).  E conhecer a história de uma família crítica à revolução que permaneceu no país apesar de tudo, da questão público/privado na adaptação das pessoas a um regime extremamente autoritário e reacionário… do choque cultural ao deixar um país e depois a adaptação ao voltar, enfim… foram ‘n’ assuntos para refletir.

Super recomendo!!

:)

* E continuando com os quadrinhos, estou lendo ‘Ghost World’ (que também está em ‘n’ listas das melhores histórias em quadrinhos ever) e odiando… haha! Não sei se consigo chegar ao fim do livro. Para mim, é a versão em quadrinhos do ‘mumblecore‘. E se consigo assistir ‘Francis Ha’, ou ‘Tiny Furniture’, ou até mesmo ‘Girls’ detestando boa parte dos personagens, e do roteiro, ‘Ghost World’ toma muito mais tempo que os 90 minutos de um filme, ou os 30 minutos de um seriado. Estou indo na contra-mão, mas não acho que o Daniel Clowes saiba escrever uma mulher. E paro por aqui, já que esse assunto de homens escrevendo personagens femininas rende pano para muita manga.

Anúncios

Um pensamento sobre “Eu li…

  1. Eu amo o Persepolis de paixão e quadrinista é o máximo! Adoro essas mulheres fortes que enfrentam mesmo o suposto destino traçado pra elas…

    Confesso que fico triste por não saber praticamente nada de quadrinhos… Conheço muito pouco, mas geralmente gosto quando resolvo ler algum que venha assim, com recomendações. Pelo menos pra isso essas listinhas servem bem. Você já leu o Blankets? Li ainda no Brasil, em português, e só aqui fui descobrir que era o tal do Blankets, super famoso. Eu gostei bastante porque conta a história de um guri vindo de família religiosa e se rebelando na adolescência contra essa culpa cristã que joga todo mundo no inferno.

    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s