Fleur d’ail, pesto, etc…

Com esse hábito de ir ao marché fermier todos os sábados, eu acabo sempre descobrindo alguma coisa nova… Normalmente começa comigo encontrando um produto desconhecido e perguntando para o vendedor o que é. Depois de uma longa explicação sobre o que é aquilo, quais as utilizações e algumas receitas (quem precisa de google quando se tem o fazendeiro!? hehe), normalmente acabo levando uma porção para experimentar.

A mais nova descoberta foi a fleur d’ail – ou garlic scape em inglês (procurei pelo equivalente em português, não encontrei). É o broto do alho, que é cortado para que o bulbo se desenvolva mais rápido. Tem um sabor muito próximo do alho, mas é mais delicado, mais verde… Infelizmente a temporada é curtíssima, umas três semanas, começando em meados de junho.

E com algumas opções do que fazer com ele (usar cru em saladas, grelhar, aromatizar azeite) resolvi fazer molho pesto, afinal, meus pés de manjericão estavam pedindo para serem aparados! hehe E vamos combinar que molho pesto é a cara do verão: fácil, rápido, leve, manjerição abuntante nos mercados (ou no vaso), enfim… é uma das minhas jantas favoritas de agora até setembro.

O primeiro pesto que fiz na vida foi seguindo a receita do Panelinha, com nozes já que o preço do pinoli no Brasil é abusivo. Mas hoje faço ‘no olho’… E para o pesto com ‘fleur d’ail’ eu substitui 100% do alho pela ‘fleur’. A primeira receita foi com pinoli. Ficou tão bom que quis repetir no dia seguinte… desta vez com amêndoa e pistache já que o pinoli tinha acabado. Ficou mó bão também!!

E tudo isso exemplifica o quanto eu tenho orgulho de mim mesma por estar vencendo meus enjoamentos no quesito comida e saindo da minha zona de conforto alimentar para a experimentar o diferente. Isso não é algo que aconteceu por conta da imigração, já vinha do Brasil, mas ter vindo parar num lugar novo tem ajudado muito!

;P

Anúncios

2 pensamentos sobre “Fleur d’ail, pesto, etc…

  1. AMO molho pesto!!!!!! rs Vi no programa da Ana Maria Brega – dica de um chef ai – para por o manjericão na água quente por alguns segundos, dá um susto nele, depois retira a água e sai o gosto amargo. As vezes fico sem saco de fazer isso rs mas realmente fica masi suave.
    Eu acho que molho pesto com limao sicliano é outra coisa! rs heheh Realmente pinoli é olho da cara aqui. Eu costumo usar castanha do pará – q tb é caro rs mas masi barato que pinoli rs – Outra dica é por nozes mas fica mais forte.
    hhmmm que delícia!!! rs

  2. Nossa, que vegetalzinho esquisito! Feínho o coitado, né? Acho que chamam de flor para dar uma amenizada… =P

    (Hmmm, que vontade que me deu de comer molho pesto agora! Eu faço um com tofu que fica bem gostozinho, ainda bem que amanhã é dia de mercado…)

    Beijos,
    Lidia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s