S’installer & travailler au Québec…

Hey peeps,

Logo que eu cheguei aqui, fiz minha carteirinha da BAnQ e peguei uma batelada de livros na Grande Bibliothèque. Um desses livros, que estava dando sopa numa seção para os nouveaux arrivants, era esse tal de ‘S’installer & travailler au Québec’ do Laurence Nadeau (editora L’Express). Gostei muito dele na época (apesar de achar que boa parte das informações eu já tinha visto em algum outro lugar, provavelmente na internet).

Dias atrás me deparei com uma edição nova na biblioteca aqui de Sainte-Anne e, curiosa, resolvi pegar o livro emprestado para ver se o tempo alterou minha percepção das coisas… Alterou… ou pouco, mas alterou…

Achei honesto do livro informar que o setor aeroespacial não vai bem… Ele realmente não vai (não vai mal, também… ele está congelado, por enquanto). Mas torci o nariz quando o autor reduz certos aspectos do mercado de trabalho daqui. Fiquei com a impressão de que é muito fácil encontrar emprego, pular de um emprego a outro, e de que é muito fácil você triplicar o seu salário em alguns anos (mesmo que você não imigre com tanta experiência de trabalho assim). Talvez essa seja a realidade de TI, talvez essa seja a realidade dos imigrantes franceses (o público alvo do livro), mas tenho que dizer: no setor aerospacial (e para quem trabalha na área administrativa em geral) não é bem assim. Tudo é muito engessado  (suspeito que plano de carreira é algo quase inexistente por essas bandas) e, mesmo com todos os facilitadores de se ter a ‘experiência canadense’, a busca por um outro emprego normalmente não é algo que dê resultados tão rápidos.

Recomendo o livro? Sim, para uma folheada… Ele lista uma série de órgãos de ajuda e outras informações úteis para quem está chegando (que provavelmente já estão todas por aí nas internets da vida :), mas tem muita informação que só se aplica aos franceses (entrada nas ordens profissionais, por exemplo).

Quero escrever mais sobre as minhas impressões sobre o mercado de trabalho daqui? Sim… mas ando com o coração um tanto quanto peludo… meus últimos meses foram tão estressantes, intensos e ainda estou tão longe de chegar no fim do túnel (ou de partir para outro emprego) que não conseguiria escrever um post sem soltar muitas farpas…

:)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s